quarta-feira, junho 20, 2007

É preciso provar a inocência sim

No meu post anterior, em que dissertei sobre a condição de Renan Calheiros, afirmei que as provas da inocência do senador eram insuficientes. O leitor Sérgio argumentou que a frase não tinha lógica, pois não se deve provar a inocência e sim a culpa. É um pensamento correto, contudo, analisando os fatos podemos perceber o porque do senador precisar provar a inocência.

Um lobista de uma empreiteira pagava suas contas. Essa empreiteira foi beneficiada por diversas ementas do senador. Isso é fato, não é especulação, logo de certa forma já é anti-ético. Renan precisa provar que o dinheiro que o lobista usava para pagar as suas contas, provinha de seus rendimentos agropecuários, de forma a não ser uma espécie de propina. Isso, o senador não conseguiu provar. Se conseguisse seria uma prova de inocência.

Ao tentar provar sua inocência o senador se enrolou mais ainda. Dentre os itens foi a constatação de que muitas das notas fiscais lançadas por sua fazenda, são notas frias. Além disso, ele precisa explicar agora como pode o preço do gado de um estado que não pode vender gado para fora de suas fronteiras, por causa da febre aftosa, conseguir um preço superior ao do gado de outros estados que não possuem restrições.

Um especialista em agropecuária foi entrevistado na Globo News ontem e perguntaram a ele se era normal lucros de 60% neste ramo. Ele simplesmente riu. O normal, num local que não possui essas restrições é 15%, respondeu ele. Na ânsia de tentar fechar as contas para provar sua inocência, ou seja, provar que poderia pagar as contas sem a propina do lobista, Renan acabou fazendo sua fazenda ter recordes em todas as áreas. Recordes desmentidos até pelo gerente da fazenda. Isso tudo o senador precisa explicar. Precisa, para provar sua inocência.

4 comentários:

CAntonio disse...

Tiago,

No blogando, copiei um excelente cálculo feito por um leitor do Carlos Alberto Sardenberg.

Renan é a reencarnação de Tião Viana e melhorado.

SDS

Patrick Gleber disse...

Muito bom seu texto Tiago, parabéns

Patrick Gleber disse...

Tiago,

Aguardo sua opinião no meu blog sobre A pouca-vergonha dos senadores sem votos.

www.blogdopatrick.br21.com

Gabriel disse...

É como costuma funcionar o legislativo de nosso país: estão quase todos afundados na lama, e sabem que se forem investigar a fundo, é induscutível que serão encontradas evidências suficientes pra esvaziar toda aquela casa.

Uma visão interessante sobre tudo isso eu encontrei no http://tamoscomraiva.blogger.com.br
Realmente, precisamos nos preparar para reagir e não deixar que isso tudo termine em pizza...