terça-feira, agosto 21, 2007

Por que a CPMF precisa acabar?

A CPMF precisa acabar, primeiramente, porque é um imposto injusto. E isso se explica em três breves consequências de sua cobrança: Possui um terrível efeito cascata, afungenta investimentos no setor produtivo e contribui para a diminuição do crescimento do pais.

O efeito cascata acontece porque toda a cadeia produtiva de qualquer comércio ou industria é taxada por esse imposto. Logo o preço final de um bem de consumo acaba tendo inserido diversas cobranças de imposto sobre imposto, o que não é nem um pouco justo. No caso dos remédios por exemplo, o preço final fica 2% mais caro só por causa da CPMF.

Essa cobrança também impede maior liberdade de ação aos empresários que queiram investir no setor produtivo, pois toda movimentação bancária passa a ser temerosa. Qualquer tentativa de bonificação aos funcionários, compra de equipamentos ou investimento em pesquisa passa a ser onerado.

É o caso por exemplo de um laboratório de análises de solo e petróleo em que trabalhei a serviço de uma terceirizada. Eles exportavam serviços de análise à Europa e ao México e o pagamento era deixado em contas do exterior para então fugir da cobrança da CPMF. Imagina quantos casos como esses não devem ocorrer no Brasil?

Somado a isto, tem-se também o fator de que a CPMF é a causa de ao meno 0.9% na taxa básica de juros, a Selic, o que trava ainda mais o crescimento do país. Estudos indicam que só o corte da cobrança da CPMF, e seus 0.9% de juros, possa causar um acréscimo de 1% no crescimento do PIB. Isso seria quase chegar no crescimento do Chile, país que caminha para o desembrego quase 0.

Ou seja, no final das contas quem mais sofre com a cobrança da CPMF é o pobre, que não tem como fugir de sua cobrança e sofre com o crescimento baixo da economia.

Além disso, é preciso observar que a CPMF não precisaria mais ser peça fundamental do orçamento da União. Bastava o governo equilibrar melhor suas contas. Um exemplo claro é que se o governo tivesse acabado com a CPMF em dezembro passado, e passasse apenas esses seis meses sem aumentar gastos, ainda sim a arrecadação de impostos teria crescido 2.8 bilhões.

O problema é que o governo Lula quer continuar aumentando os gastos do governo e em consequência a carga tributária. Faz isso para poder gastar em propagandas, na televisão pública e contratação de funcionários públicos sem concurso, como neste trem da alegria que está pra ser aprovado. É uma vergonha.

Leia também:

2 comentários:

Dr. disse...

PIADA as 22,50 horas o presidente , será verdade?,manda um seu pm ler no senado que a totalidade da cpmf vai para a saúde; o Dr. Adib Jatene a criou para tal fim, porém a totalidade dela foi para as grandes "obras" e pior para sem terras, índios bandidos bagunçarem as nossas sociedades produtivas que realmente como nós pagam inúmeras vêzes a cpmf. et: eu como trabalhador, beiro o masoquismo ao trabalhar em mais de 02 empregos, onde me descontam IR e CPMF várias vêzes, haja vista, que ao declarar os impostos me sinto um cordeirinho, porque sou honesto. O Brasil não merece tantas mentiras.

Anônimo disse...

Interessante o modo como sonegadores sempre inventam uma forma de de não pagar impostos.E ainda se defendem atrás de argumentos do tipo: Este imposto prejudica justo os mais pobres....
Deixando claro: Concordo com vc de que o governo não precisa deste imposto, pois o simples crescimento, digamos, vegetativo da arrecadação de impostos (devido ao crescimento econômico e melhoria dos meios de fiscalização) ja compensa a perda do dinheiro arrecadado com a CPMF.

Mas entendo que as organizações que em tese tem know-how para vigiar a correta aplicação dos nossos impostos ( OAB, FIESP, etc), ja que tem pessoal capacitado, acesso a boas informações não estão preocupadas em zelar pela boa aplicação dos impostos, fazem festinha para deixar de pagar os impostos.
Raciocinio interessante: O imposto não é bem usado, então eliminem o imposto, e não cuidem da correta aplicação.
(e não me venham explicar a diferença entre imposto e contribuição, que isto não é inventar a roda)
Que tal acabar com impostos como IR e IPI, ICMS tambem?

E ainda divulgam estatisticas do tipo: O brasileiro gastou mais com CPMF do que com Arroz e feijão...Viva!!!!!! Acabando a cpmf acabará a fome, pois pelo menos arroz e feijão todos ja vão ter...carboidrato serve para manter vivo...

Engraçado como que o empresarido não luta para derrubar impostos sobre importações e acabar com esta ridicula guerra fiscal entre estados...