quinta-feira, julho 27, 2006

Reforma agrária?

Além de não assentar as 400 mil famílias que prometeu na campanha anterior, o presidente tem um comportamento leniente diante das invasões. Isso faz com que esses movimentos se sintam estimulados, pois têm certeza da impunidade. O resultado é um misto de extrema instabilidade no campo e de graves prejuízos para o país e para o agronegócio, área que favorece a criação de empregos e o crescimento econômico brasileiro.

Um comentário:

Hernandes disse...

Reforma agraria não é invadir.
E digo mais,posso ser radical mas boa parte deles são vagabundos que querem terra de graça.Se eu sou dono de um fazendo do tamanho do Acre é porque minha familia e eu trabalhamos muito por ela,ou seja,se eu quiser botar fogo nela eu ponho,afinal é minha,se eu produzir ow não,foi com meu suor que comprei.Agora vem "cidadões" dizendo que eu não tenho direito sobre elas pra depois vender seu terreno e ir ser "ambulante" em Sumpaulo.Ah fassa-me o favor né.Absurdo esse atitude apoiada pelo Gov.Fed.

Abração!