segunda-feira, outubro 30, 2006

Não dê panetone ao porteiro no Natal

Segundo Luis Inácio Lula da Silva, nosso presidente reeleito, hoje os pobres têm três refeições diárias, tratamento ortodontico gratuito e alguns estão até mesmo fazendo turismo com belissimas viagens. Além disso, nossa saúde está a beira da perfeição e os analfabetos hoje são somente aqueles menores de seis anos. Isso tudo foi referendado como verdadeiro nesse dia 29 de outubro.

Assim, só nos resta então fazer uma última campanha: Não dê panetone ao porteiro nesse natal. Afinal de contas, ele já tem tudo! Também não contribua com aquelas campanhas de ajuda a família que não possui dinheiro para operar o pobre filho. Isso porque os hospitais públicos brasileiros, aqueles perfeitos, estão muito bem equipados.

Esmola no sinal, nunca dei e agora não tenho qualquer remorso de não dar pois nosso governo é o governo dos pobres. Os pedintes, que aumentaram muito durante o governo Lula, são apenas pessoas bem alimentadas e com dinheiro para viajar tentando ganhar mais um troquinho.

6 comentários:

Anônimo disse...

Tiago,

Felizmente não posso participar dessa campanha, os posteiros aqui do prédio tem nível de segundo grau e usaram até adesivo do Alckmin, são nordestinos que vieram para São Paulo porque no nordeste passavam fome, aqui estudaram, fizeram família e ganham muito mais que o bolsa família, reconhecem que os políticos nordestinos só pensam em si mesmos e não caíram no conto do luládenovo.

Jorge Sobesta disse...

Tiago,

Entendo sua indgnação. Mas dividir a nação foi a principal arma desse maldito Lula.
Deixa o desgraçado (des)governar mais 4 anos e quem sabe essa gente começa a enxergar o lobo na pele de ovelha? Eu acho que ele tem que ir até o final do mandato, pra nunca mais voltar. Claro que sempre há uma vaguinha de senador. Mas deixa ele se afogar na própria merda, mesmo a gente pagando o pato.

Um abraço.

Anônimo disse...

O brasil não é nem de longe um país perfeito, e nunca será. Mas acredito que essa pintura social não é de autoria única.
As mazelas da nossa sociedade vêm sendo erigidas a muito tempo e uma das principais causas da nossa atual disposição social, sem dúvida nenhuma, é a educação de péssima qualidade oferecida por nossos governantes.
Penso não ser correto, apontar para apenas um culpado.
Edilson Almeida.

Anônimo disse...

"Os pedintes, que aumentaram muito durante o governo Lula..."

Onde obteve esses dados? E qual o aumento percentual?

Ferraro disse...

"Nas futuras eleições, vamos exigir que promessas de campanha sejam registradas em cartório e que os políticos sejam obrigados a cumpri-las sob pena de perderem o mandato". O princípio da moralização, para que a política deixe de ser um jogo, que só interessa a uns poucos. Eu fico pensando como tornar realidade uma idéia como essa, porque para virar lei, seriam os próprios políticos (atuais) que votariam ou um projeto enviado pelo executivo. Não acredito que uma lei como essa, agrade a ambos. Então? Então, os cidadãos poderiam ativar um movimento popular, cobrando dos seus parlamentares, ou melhor, cobrando de todos os parlamentares, e também do executivo, uma lei para moralizar de uma vez por todas, o nosso tão sofrido país. É, só vejo essa saída, digo, essa entrada para um futuro melhor.

Anônimo disse...

"Assim, só nos resta então fazer uma última campanha: Não dê panetone ao porteiro nesse natal. Afinal de contas, ele já tem tudo!"

Se você dá Panetone ao porteiro porque se acha melhor que ele, por dó, ou pra ele ter o que comer no Natal seria melhor nunca ter dado. Você não dá presente a seus amigos, filhos, filhas, parentes? A idéia deveria ser a mesma. Acorda!!