quarta-feira, outubro 22, 2008

Eduardo Paes e o desrespeito a lei

Eduardo Paes e o desrespeito a lei

Dentre os muitos motivos para não votar em Eduardo Paes, está o desrespeito à lei e o uso do dinheiro dos nossos impostos para fazer a campanha dele. Relaciono agora alguns dos fatos que provam que Eduardo Paes está trangredindo a lei:

1) Paes não se descompatibilizou a tempo do cargo de Secretário do Meio Ambiente, e pela Lei não tinha o direito de ser candidato. Ele quis aproveitar uma viagem à Grécia paga pelo Governo do Estado e se esqueceu de se demitir a tempo. Pela lei, ele deveria ter sido exonerado no dia 4 de junho e sua exoneração deveria ter sido publicada no dia seguinte. Sua exoneração só saiu no dia 6 de junho, numa “edição extra” datada do dia 5, o que é ilegal.

- Paes agora está enrolado por uma data
- Caso Eduardo Paes, o problema de sua desincompatibilização

2) O governador Sérgio Cabral, do mesmo partido de Eduardo Paes, colocou o feriado do servidor público para a segunda-feira, dia posterior às eleições, para incentivar estudantes e funcionários do estado a viajar e em consequência se absterem de votar. Acontece que esses grupos são em sua maioria contra Eduardo Paes. Esse tipo de medida foi muito utilizada na republica velha e durante a ditadura. O incrivel é que ela tenha voltado a acontecer. A prefeitura por exemplo, para não atrapalhar o processo eleitoral colocou o feriado dela para sexta-feira depois das eleições.

- Abstenção pode ser tiro no pé

3) Um militante do PV foi agredido por militantes do PMDB e Eduardo Paes achou certo a agressão pois a vítima tinha antecedentes criminais. O estarrecedor é que Paes conseguiu descobrir os antecedentes do militante utilizando a máquina do estado. Dinheiro público. Se por exemplo você solicitar vistas de antecedentes de um cidadão, demorará no mínimo um mês. Mas para Paes, afilhado político do Governador, sai em menos de uma hora. Só para constar, a ficha criminal do militante do PV era um cheque devolvido nos anos 70. E Paes achou correto ele ter sido espancado.

- Gabeira e seu advogado acusam Paes e governo do estado de uso da máquina no caso de militante do PV agredido

4) No inicio da campanha eleitoral mensagens de apoio ao candidado Paes foram exibidas no letreiro do Maracanã, numa clara evidência de uso do patrimônio público para obter benefícios eleitorais. Ou seja, mais um crime eleitoral, mais um uso da máquina pública. Só pra não esquecermos, até meio do ano passado Paes era quem cuidava do Maracanã, na época do Pan, quando pipocaram as muitas denuncias de impobridade administrativa e superfaturamento.

- Gabeira vai ao TRE contra uso eleitoral do telão do Maracanã

2 comentários:

Muller disse...

Parabens pelo post, não entendo como pessoas informadas votam em Paes. So pelo que ele fez na campanha ele deveria ter sido barrado pelo TRE.

Saiu hoje que apedrejaram um carro pro Gabeira, escrevi um post sobre isso:

Odio a Gabeira

Por falar nisso vc leu no Globo: "Comitiva de Gabeira é perseguida por carro de som de Paes na Zona Oeste"

VERGONHA!!!!!

Filipote disse...

então companheiro, temos uma candidato em comum. é o Gabeira. mas pensar em PSDB como uma partido do rigor fiscal e aliar isso a ética é complicado, sou ativista de movimentos políticos há algum tempo e francamente num breve histórico pdemos citar uma pequena infinidade de políticos ligados ao PSDB que nunca ouviram falar a palavra ética em suas vidas parlamentares. Sigo na idéia que apresentei no meu post. TORÇO... para que Gabeira, meu candidato tenha força política para colocar nos espaços devidos as pessoas corretas, e torço ainda mais para que eu tenha Força para acompanhar quem estes serão.

forte e cordial abraço!
até nossa vitória.