terça-feira, agosto 08, 2006

Agricultura caindo

Em 2005 o ministério da agricultura gastou somente 40,2% dos R$ 170,9 milhões previstos para os programas de controle de doenças que atendem às chamadas "atividades-fim" da pasta. Sem contabilizar os "restos a pagar" herdados de 2004, o índice do ano passado cai a 21,7%. Enquanto isso, 59 mercados mantêm barreiras à importação de carne bovina brasileira por causa da aftosa identificada em outubro de 2005 no Mato Grosso do Sul e no Paraná. Outros 38 países também fecharam suas portas ao frango do Rio Grande do Sul em razão da ocorrência da doença de Newcastle no Estado, confirmada no início deste mês.

7 comentários:

Jussara disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Jussara disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Jussara disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Tiago Albineli Motta disse...

Peço a todos que mantenham o nível do debate, sem mudar de foco. O assunto em questão é a agricultura e não sobre pesquisas de opinião.
Desde já agradeço a atenção.

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Kozel® disse...

Agricultura está meio foda de comentar ,ela está no fundo do poço.
Talvez quando os preços explodirem eles se lembrem que arroz e feijão não nascem na prateleira do supermercado.
2º ano sem plantar para mim.
Aquele abraço

Anônimo disse...

Por que nao:)