sexta-feira, agosto 18, 2006

PT manda espancar trabalhadores

Cerca de dez trabalhadores de uma indústria química de Sumaré foram espancados por seguranças do Partido dos Trabalhadores (PT) e colocados para fora do Clube Juventus, na Mooca, onde o presidente Luiz Inácio Lula da Silva se reunirá em instantes com sindicalistas ligados à CUT. O grupo de dez trabalhadores levou faixas com a inscrição 'Lula cumpra sua promessa' para exibir ao presidente. Lula tinha prometido ajudar o grupo a obter seus direitos trabalhistas, já que a empresa onde trabalhavam faliu. Eles tinham relatado o problema ao presidente, que se comprometeu a ajudá-los. Como isso não aconteceu até agora, os trabalhadores decidiram protestar, aproveitando a presença do presidente em São Paulo.

5 comentários:

Passarim disse...

Chapu,

Ele esta matando aposentado com reajuste de 5%, mandar bater é mole para eles. Abs Jarbas

José Alberto Mostardinha disse...

Viva:

A liberdade de manifestação, desde que ordeira, é uma prerrogativa de qualquer democracia.
Negá-la é negar a própria democracia.
Um abraço,


Novo artigo no EG.

Ricardo disse...

Que PT, meu caro?? Briga de leão de chácara agora virou culpa do PT??

José Alberto Mostardinha disse...

Viva:

Bom fim de semana.
Um abraço,

GAUCHO/LABESTIA disse...

É GOVERNO DE ASNOS e sua ditadura cercada de sons e fúria.