sábado, agosto 12, 2006

Lula mente que nem sente 2

Confira a seguir os principais erros e mentiras do candidato presidente:

1 ) Mentira ou ignorância ? Um dos erros mais graves foi a afirmação de que a Controladoria Geral da União (CGU) foi criada no governo Lula. A CGU foi criada pelo ex-presidente FHC em 2 de abril de 2001 e a primeira ministra foi a Dra. Anadyr de Mendonça Rodrigues. Lula referiu-se a tal órgão no meio de uma das dezenas de explicações que lhe foram cobradas sobre as centenas de casos de corrupção de seu governo.

2 ) Renegando seu passado...Ao ser questionado sobre o seu comportamento no passado, em que pedia CPI e punição diante de qualquer denúncia, e a resistência em demitir Dirceu e Palocci, Lula foi categórico: Você deve estar me confundindo com outra pessoa. Além de rejeitar o passado, Lula agora disse que afastou os seus dois principais ministros. Mentira, pois tanto Palocci quanto Dirceu permaneceram no cargo agonizando diante do crescimento das evidências até que tiveram de deixar seus postos para preservar o governo. E o fizeram pedindo o afastamento em carta ao presidente da República.

3 ) Mentiu para o amigo também. Quando perguntado sobre o caso envolvendo seu nome e o do amigo Paulo Okamotto, o presidente continuou com uma explicação totalmente inexplicável. Primeiro, disse que Okamotto deveria descontar na rescisão do contrato com o PT. Depois, mudou e disse que não pagou porque não havia dívida.

4 ) Não sabe nem o tamanho do país que governa. Lula recuou em suas promessas de campanha nas quais afirmou veementemente que cuidaria das fronteiras brasileiras. Talvez por não saber nem qual é a dimensão territorial do Brasil. Lula afirmou que o Brasil tem 17 milhões de km de fronteiras. Na verdade, são 23 mil km de fronteiras, sendo 15,7 mil km de fronteira seca e 7,3 mil km de marítima. E ainda confundiu números: 8,5 milhões de quilômetros quadrados é a extensão territorial do Brasil, não 9 milhões de fronteiras terrestres.

Um comentário:

Nemerson Lavoura disse...

Estas são provas de que, se a oposição partir para o ataque com coragem, o Lulla vai medrar.
Abraços.