quarta-feira, agosto 23, 2006

Estradas federais estão abandonadas

A fiscalização realizada pelo Tribunal de Contas da União (TCU) na "Operação Tapa-Buracos", lançada com estardalhaço pelo governo federal, revela que praticamente metade (47%) da malha federal continua em mau estado. O TCU constatou em seu relatório que os recursos da CIDE- Imposto dos Combustíveis- não são integralmente aplicados nas áreas previstas e que "esse saldo de recursos disponíveis seria mais do que suficiente para dotar toda a malha rodoviária federal de boas condições de uso". O relatório indica também que, segundo dados do DNIT, seriam necessários R$ 1,5 bilhão por ano, durante quatro anos, para manutenção das rodovias brasileiras. O ministro Nardes informa que "o TCU fiscalizou 103 itens do programa, que correspondem a 40,4% do total, sendo que em 47,5% das fiscalizações foram encontradas irregularidades que ensejam a paralisação da obra e somente 7,9% das obras vistoriadas não apresentaram nenhuma irregularidade".

2 comentários:

José Alberto Mostardinha disse...

Viva:

Aquela visita para conhecer as novidades.
Não há razão para isso, o petróleo dá para fazer muito alcatrão.
Um abraço,


Passa pelos EG.

Anônimo disse...

Mingana Kewgosto,

Vendo o outro lado das coisas. Suponhamos uma virada alckiminica na urnas. Ele vai pegar um pais destruido? Vai ter que importar comida? Vao culpar ele por tudo e dizer que no tempo de Lula tava tudo melhor. Se Inacio se aproveita de obras que deram certos de outros governos e diz que eh dele, entao sua heranca sera culpa dos outros. Inacio virah de novo com todo gas. Serah um Inacio peito-de-acio.